Criança viciada em celular ou tablet, o que fazer?

Criança viciada em celular ou tablet, o que fazer?

Aqui em casa eu crio os meus filhos sem radicalismo. Quem me acompanha sabe disso. Porém, eu acredito que existe um certo limite para tudo, um limite digamos assim, saudável. Limite para quantidade de doces, limite para TV, celular e tablet. Por isso decidi não deixar meus filhos viciarem no celular e ficar o dia inteiro nele. Se isso acontecesse, os meus filhos deixariam de brincar com os brinquedos educativos que eu compro para eles, eles deixariam de fazer atividades como pintura ou desenho.

O renomadíssimo pediatra Daniel Becker diz que: “Experimentar o tédio é um dos melhores presentes que podemos oferecer aos nossos filhos” É através do tédio que as crianças se tornam criativas, que exercem a habildiade de pensar, de imaginar. Por isso um pouco de ócio é importante e deixando celular ou tablet nas mãos dos pequenos o tempo todo, estamos impedindo que isso aconteça.

Além desse problema, o uso excessivo de celular ou tablet pode fazer com que a criança, além de ficar viciada em celular, acesse material que não é próprio para a idade. Eu não tenho como ficar de olho nos meus filhos o tempo todo. Eu cozinho, lavo roupa, limpo casa, trabalho para fora, dentre outras mil coisas que preciso fazer, então as crianças acabam em algum momento do dia ficando com o celular na mão sem supervisão.

Porém há pouco tempo eu descobri que as crianças não precisam ficar completamente sem a supervisão de um adulto enquanto estão no celular ou no tablet. Ainda bem que inventaram uma maravilha de aplicativo que supervisiona por mim o que eles estão fazendo. Eu baixei e testei um aplicativo que gostei muito, o Famisafe, e hoje vou contar para vocês um pouco sobre esse aplicativo.

Eu achei o Famisafe no Google Play, pois o meu telefone é Android, mas ele também está disponível para iPhones e iPads na Apple Store. Eu baixei porque ele prometia que eu poderia monitorar DO MEU CELULAR o que os meus filhos estavam fazendo no celular deles. Eu achei essa possibilidade maravilhosa, então resolvi testar.

Quando baixei percebi que o Famisafe faz tudo o que os outros aplicativos para monitoramento de celular e tablet fazem e ainda faz mais até que os outros: bloqueia os sites indesejados, impede que acessem conteúdo violento, bloqueia fotos suspeitas, bloqueia pornografia, bloqueia sites de jogos de azar, bloqueia e-mails suspeitos, bloqueia conteúdo suspeito no Youtube, bloqueia conteúdo suspeito em janelas de chat como Whatsapp ou Messenger do Facebook.

viciada em celular

Além de todos esses problemas, existe um outro que muitos pais não se tocam: o Cyberbullying. Existem 5 tipos de cyberbullying: assédio, flaming, exclusão, outing e masquerading. Para quem quiser saber mais sobre esses 5 tipos de cyberbullyings vou deixar aqui a página da Famisafe onde eles explicam com maestria esse problema atual.

Voltando a falar do aplicativo Famisafe, no meu celular eu recebo um relatório de todos os aplicativos que foram usados no celular das crianças e quanto tempo ficaram em cada aplicativo. Recebo informação de bateria, localização do aparelho e há quanto tempo já estão usando o celular.

Falando em localização do aparelho: caso seu filho sempre carregue o celular ou tablet com ele, você conseguirá saber onde o seu filho está, pois o Famisafe também monitora a localização o tempo todo.

Aqui em casa os meus filhos usam um celular velho meu, que eu coloquei alguns aplicativos de jogos que eles curtem, alguns aplicativos para estudar línguas e piano. O bom do Famisafe é que eu posso, depois de um tempo, bloquear apenas os aplicativos de jogos e deixar liberados apenas os aplicativos relacionados a estudos. Eu consigo fazer tudo isso do meu celular!

Aí você me pergunta “Ah Thata, mas como funciona isso de você fazer as configurações de bloqueio do seu celular para o celular deles?” ou “Ah Thata, mas como você consegue saber do seu celular o que as crianças estão fazendo no celular deles?”.

Gente, para isso ser possível, primeiro você baixa o Famisafe no SEU celular e configura como celular de PAI/MÃE. Depois você baixa o aplicativo no celular da criança, faz login na sua conta e configura como celular de CRIANÇA. Parece complicado, mas não é. Dá um pouco de trabalho as configurações, mas eu te garanto que vale a pena.

viciada em celular

Bom, eu estou bem feliz com a tranquilidade que o Famisafe está me trazendo. Por exemplo, no momento eu estou aqui escrevendo esse texto e o Eric, que está doente e não foi para escola, está no quarto dele deitado, usando o celular (ele pediu muito manhoso e eu não resisti). Então eu pude escrever o texto e ficar de olho no que ele estava fazendo. Agora vou fazer o almoço dele e vou continuar de olho no que ele está fazendo. Essa tranquilidade não tem preço. Pois ele é só uma criança e não tem noção de quais conteúdos podem fazer mal para o desenvolvimento dele.

Agora aposto que você ficou interessada em testar o aplicativo também, certo? Então é só clicar nesse link da Google Play para quem tiver Android, ou nesse link da Apple Store para quem tiver Iphone que ele te levará direto para a página da loja.

Depois volta aqui e me conta o que você achou, combinado?

Thaís Cardoso
Mamãe Tagarela

 

Deixe seu comentário!