Autismo Regressivo e Poda Neuronal

Autismo regressivo e poda neuronal é um assunto que tem a ver com aquelas crianças que pararam de falar por volta dos 2 anos de idade, ou que por volta dos 2 anos de idade perderam alguma habilidade já aprendida. Isso acontece por causa da poda neuronal dos 2 anos de idade ou poda neuronal do autismo como alguns profissionais chamam.

Eu sou fisioterapeuta e aprendi poda neuronal na faculdade, nas aulas de neurologia – uma das minhas matérias preferidas. Nunca pensei que um dia a minha faculdade seria importante para me ajudar a lidar com o meu filho autista. Por ter mais conhecimento de autismo do que a maioria dos pais e mães de autistas, eu sempre trago informações confiáveis e de qualidade lá no canal do Youtube Mamãe Tagarela, junto com o meu marido (e pai do meu filho) que é formado em psicologia.

Voltando a falar de autismo regressivo e poda neuronal, é importante que todos os pais e mães de autistas entendam o que são as podas neuronais, porque elas podem levar a mudanças grandes na vida das pessoas com autismo, como regressão na linguagem, perda da fala, entre outros. Hoje eu explico como, quando e por que ocorrem essas podas neuronais e quais são as consequências delas na prática.



Talvez esse vídeo possa trazer notícias ruins quando se trata da poda neuronal da esquizofrenia (na adolescência), mas não é motivo para grandes preocupações se não houver nenhum caso de esquizofrenia na sua família.

Por fim eu recomendo que vejam o vídeo abaixo para entender melhor sobre esse tema. O vídeo está muito bem explicado, em uma linguagem fácil de entender. Para assistir, basta dar play:

Espero que esse vídeo consiga te ajudar a entender melhor porque seu filho parou de falar com os 2 anos de idade (ou porque perdeu aquela habildiade) e como fazer para recuperar a habilidade perdida.

Sinta-se à vontade para deixar um comentário logo abaixo contando para nós como foi a história de autismo regressivo do seu filho ou da sua filha e se ele/ela já recuperou essa habilidade.

Um beijo. Thata

Deixe seu comentário!